Se você, assim como eu, já se fez essa pergunta, mas não teve tempo para se aprofundar no assunto, leia o artigo e veja o que descobri…

Cena do filme Matrix Revolutions

Após algumas pesquisas na internet, o que pude comprovar é que todos os sites, blogs e fórum concordam em apenas um fato: Não existe uma resposta definitiva, tudo são boatos e especulações. Só teríamos um veredito caso alguém perguntasse diretamente a Sosai Oyama.

O que é fato: nos primórdios do karatê Kyokushin, os golpes no rosto eram permitidos. Isso resultava em muitos ferimentos e, consequentemente, muito sangue, o que acabava por levar muitos alunos a desistirem do treinamento.

Por algum tempo, os lutadores envolveram as mãos em bandagens, mas Sosai Oyama acreditava que usar luvas ou proteções prejudicaria o realismo enfatizado pelo estilo.

Na década de 1990 quando o Kyokushin alcançou o auge da popularidade (Sosai ainda estava vivo), todos os torneios Kyokushin, incluindo os torneios mundiais realizados no Japão, proibiram que os competidores usassem golpes (socos, cotoveladas, etc.) na cabeça e rosto. O Japão, naquela época e hoje, juntamente com muitos governos ao redor do mundo, não permitem ataques de cabeça nua em nenhuma competição sancionada.

Isso foi feito originalmente por uma razão óbvia, como dito acima. Ninguém queria ver tantos competidores ensanguentados e encaminhados ao hospital depois das competições.

Entretanto, quando os primeiros campeões Kyokushin foram enviados para lutar nos ringues K-1 de kickboxing (após a morte de Mas Oyama), eles foram tragicamente derrotados, levando a um colapso crítico na popularidade de Kyokushin no Japão.

O público japonês não acreditava mais que Kyokushin fosse o karatê mais forte do mundo.

Mas quando fazemos uma análise mais profunda na filosofia do Kyokushin, entendemos que as pessoas frequentemente subestimam a força de vontade e o poder do espírito inabalável: É só quando você atinge seu limite ou está em uma situação difícil que você percebe como isso pode ser importante.

A dor é uma ótima maneira de testar e desenvolver seu espírito. O nocaute se torna extremamente doloroso quando você restringe os golpes na cabeça, uma vez que você elimina a maneira mais fácil de nocautear adversário (é muito mais difícil de chutar a cabeça de alguém) e o resultado que você obtém são combates extremamente exaustivos, onde a resistência mental é geralmente o fator de divisão – ou seja, vence quem pode se superar.

O condicionamento mental é o que realmente constrói o caráter e você o obtém durante os treinamentos, mais ainda em um ambiente onde seu limite físico está sendo testado constantemente.

OSU!

3 thoughts on “Porque socos no rosto são proibidos no karatê Kyokushin?

  1. Avatar
    Sergio Ferreira says:

    Muito bom comentario sobre essa questão do soco no rosto, hoje você professor tem que controlar até os treino senão os aluno desite do treino, imagina em um kumite, o aluno tama um soco no rosto, nunca mais volta na acadenia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *